Mercado e tecnologiaSegurança patrimonial e eletrônica

Aplicativos de segurança no lugar do controle remoto

Com a chegada da internet no Brasil na década de 1990, quando os computadores pessoais se popularizaram, a corrida por novos equipamentos de segurança conectados na rede mundial de computadores acelerou as inovações tecnológicas, resultando no que vemos hoje, os milhares de aplicativos de segurança que são acionados por cliques em qualquer lugar no mundo.

A chegada dos modernos sistemas de segurança eletrônica tornou nossa vida mais cômoda, principalmente pela facilidade em opera-los, bastando apenas usar o teclado de um smartphones, tabletes ou laptops para que os comandos sejam obedecidos, acionando uma série de equipamentos em nossa volta, ou mesmo os que estão bem longe de nós.

Aplicativos de segurança (APP)

Esse é o caso dos aplicativos de segurança (APP) que podem ser baixados, programados e instalados em nossos sistemas operacionais para se comunicar com algum equipamento eletrônico, podendo ser um aparelho de TV, Rádio, Sistema de Alarmes, Automação Industrial, Sistema de Navegação e outras milhares de possibilidades.

Não foi um fim dos controles remotos que funcionam via ondas de radiofrequência, porém, reduziu bastante seu uso, já que os modernos sistemas eletrônicos e automatizados usam chips programados para trabalhar em plataforma de internet via sinais digitais, e não somente analógicos.

Cada vez mais, as indústrias de tecnologia estão investindo em equipamentos que podem ser operados via internet e, nesses casos, são também operados por comandos dos aplicativos de segurança, como por exemplo, as linhas de automação dentro das indústrias de fabricação e montagens.

Pequenos, robustos, inteligentes e seguros, os aplicativos de segurança ganham espaços nos diversos aparelhos fabricados para operar em conexão com a internet.

Não é o fim dos controles remotos

Evidente que não é o fim dos controles remotos tradicionais que usam sinais via radiofrequência para emitir um comando, pois eles ainda são usados em uma ampla gama de equipamentos de segurança, inclusive nos que usam conexão com a internet, podendo trabalhar de forma simultânea, ou seja, um aplicativo pode emitir um sinal digital para controlar um sinal via rádio em um mesmo equipamento, ou vice-versa.

Os chamados APP (application) podem ser baixados para vários sistemas operacionais, além de serem bem flexível quanto à programação para lidar com os mais diversos sistemas com conexão a internet. As duas principais lojas são a AppStore, da Apple, e a Google Play, do Android.

Izaías Sousa
Especialista em Segurança Pública e Privada

http://revistaseguranca.com.br/aplicativos-de-seguranca-no-lugar-do-controle -remoto.html

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close