Leis e NormasSegurança patrimonial e eletrônica

As técnicas de segurança da informação

Série NBR ISO/IEC 27000: os sistemas de gestão de segurança da informação

Um programa de medição de segurança da informação encorajará que uma organização forneça informações confiáveis às partes interessadas pertinentes relacionadas com os riscos de segurança da informação e com a situação do SGSI implementado para gerenciar esses riscos. Se for eficazmente implementado, aumentará a confiança das partes interessadas nos resultados das medições e possibilitará às partes interessadas a usarem essas medidas para realizar a melhoria contínua da segurança da informação e do SGSI.

Os resultados acumulados de medição permitirão a comparação do progresso em atingir os objetivos de segurança da informação sobre um período como parte de um processo de melhoria contínua do SGSI da organização. A NBR ISO/IEC 27001 exige que a organização “realize análises críticas regulares da eficácia do SGSI levando em consideração os resultados da eficácia das medições” e que “meça a eficácia dos controles para verificar se os requisitos de segurança da informação foram alcançados”.

A NBR ISO/IEC 27001 também exige que a organização “defina como medir a eficácia dos controles ou grupo de controles selecionados e especifique como essas medidas devem ser usadas para avaliar a eficácia dos controles para produzir resultados comparáveis e reproduzíveis”. A abordagem adotada por uma organização para atender os requisitos de medição especificados na NBR ISO/IEC 27001 vai variar de acordo com o número de fatores significantes, incluindo os riscos de segurança da informação que a organização enfrenta, o tamanho da organização, recursos disponíveis, e requisitos legais, regulatórios e contratuais aplicáveis.

A seleção e a justificativa criteriosa do método usado para atender aos requisitos de medição são importantes para assegurar que recursos em excesso não sejam direcionados a estas atividades do SGSI em detrimento de outras. Em condições ideais, as atividades de medição em curso devem ser integradas nas operações normais da organização com um acréscimo mínimo de recursos.

Os objetivos da medição de Segurança da informação no contexto de um SGSI incluem: avaliar a eficácia dos controles ou grupos de controles implementados (ver “4.2.2 d)” na Figura 1); avaliar a eficácia do SGSI implementado (ver 4.2.3 b)” na Figura 1); verificar a extensão na qual os requisitos de segurança da informação identificados foram atendidos (ver “4.2.3 c)” na Figura 1); facilitar a melhoria do desempenho da segurança da informação em termos dos riscos de negócio globais da organização; fornecer entradas para a análise crítica pela direção para facilitar as tomadas de decisões relacionadas ao SGSI e justificar as melhorias necessárias do SGSI implementado.

A Figura 1 ilustra o relacionamento cíclico de entrada e saída das atividades de medição em relação ao ciclo Planejar-Fazer-Checar-Agir (PDCA), especificado na NBR ISO/IEC 27001. Os números em cada figura representam as subseções relevantes da NBR ISO/IEC 27001:2006.

Clique na imagem acima para uma melhor visualização

Convém que a organização estabeleça objetivos de medição baseados em certas considerações, incluindo: o papel da segurança da informação em apoiar as atividades globais da organização e os riscos que ela encara; requisitos legais, regulatórios e contratuais pertinentes; estrutura organizacional; custos e benefícios de implementar as medidas de segurança da informação; critério de aceitação de riscos para a organização; e a necessidade de comparar diversos SGSI dentro da própria organização. Convém que uma organização estabeleça e gerencie um Programa de Medição de Segurança da Informação, a fim de alcançar os objetivos de medição estabelecidos e adotar um modelo PDCA nas atividades de medição globais da organização.

Também convém que uma organização desenvolva e implemente modelos de medições, a fim de obter resultados repetitivos, objetivos e úteis da medição baseado no Modelo de Medição da Segurança da Informação (ver 5.4). Convém que o Programa de Medição de Segurança da Informação e o modelo de medição desenvolvidos assegurem que uma organização alcance efetivamente os objetivos e as medições de forma repetitiva e forneça os resultados das medições para as partes interessadas pertinentes de modo a identificar as necessidades de melhorias do SGSI implementado, incluindo seu escopo, políticas, objetivos, controles, processos e procedimentos.

Convém que um Programa de Medição de Segurança da Informação inclua os seguintes processos: desenvolvimento de medidas e medição (ver Seção 7); operação da medição (ver Seção 8); relato dos resultados da análise de dados e da medição (ver Seção 9); e avaliação e melhoria do Programa de Medição de Segurança da Informação (ver Seção 10). Convém que a estrutura organizacional e operacional de um Programa de Medição de Segurança da Informação seja determinada levando em consideração a escala e a complexidade do SGSI do qual ele é parte.

Em todos os casos, convém que os papéis e responsabilidades para o Programa de Medição de Segurança da Informação sejam explicitamente atribuídos ao pessoal competente. Convém que as medidas selecionadas e implementadas pelo Programa de Medição de Segurança da Informação, estejam diretamente relacionadas à operação de um SGSI, a outras medidas, assim como aos processos de negócio da organização.

As medições podem ser integradas às atividades operacionais normais ou executadas a intervalos regulares determinados pela direção do SGSI. Assim, o Modelo de Medição de Segurança da Informação é uma estrutura que relaciona uma necessidade de informação com os objetos relevantes da medição e seus atributos. Objetos de medição podem incluir processos planejados ou implementados, procedimentos, projetos e recursos.

Uma medida básica é a medida mais simples que pode ser obtida. A medida básica resulta da aplicação do método de medição aos atributos selecionados de um objeto de medição. Um objeto de medição pode ter muitos atributos, dos quais somente alguns podem fornecer valores úteis a serem atribuídos a uma medida básica. Um dado atributo pode ser usado para diversas medidas básicas.

Um método de medição é uma sequência lógica de operações usadas para quantificar um atributo de acordo com uma escala especificada. A operação pode envolver atividades, tais como a contagem de ocorrências ou observação da passagem do tempo. Um método de medição pode aplicar atributos a um objeto de medição.

Exemplos de um objeto de medição incluem, mas não estão limitados a: desempenho dos controles implementados no SGSI; situação dos ativos de informação protegidos pelos controles; desempenho dos processos implementados no SGSI; comportamento do pessoal que é responsável pelo SGSI implementado; atividades de unidades organizacionais responsáveis pela segurança da informação; e grau da satisfação das partes interessadas.

Um método de medição pode usar objetos de medição e atributos de variadas fontes, tais como: análise de riscos e resultados de avaliações de riscos; questionários e entrevistas pessoais; relatórios de auditorias internas e/ou externas; registros de eventos, tais como logs, relatórios estatísticos, e trilhas de auditoria; relatórios de incidentes, particularmente aqueles que resultaram na ocorrência de um impacto; resultados de testes, por exemplo, testes de invasão, engenharia social, ferramentas de conformidade, e ferramentas de auditoria de segurança; ou registros de segurança da informação da organização relacionados a programa e procedimentos, por exemplo, resultados de treinamentos de conscientização em segurança da informação.

Uma medida derivada é um agregado de duas ou mais medidas básicas. Uma dada medida básica pode servir como entrada para diversas medidas derivadas. Uma função de medição é um cálculo usado para combinar medidas básicas para criar uma medida derivada. A escala e a unidade da medida derivada dependem das escalas e unidades das medidas básicas das quais ela é composta, assim como da forma como elas são combinadas pela função de medição.

A função de medição pode envolver uma variedade de técnicas, como média de medidas básicas, aplicação de pesos a medidas básicas, ou atribuição de valores qualitativos a medidas básicas. A função de medição pode combinar medidas básicas usando escalas diferentes, como porcentagens e resultados de avaliações qualitativas.

Um indicador é uma medida que fornece uma estimativa ou avaliação de atributos especificados derivados de um modelo analítico de acordo com a necessidade de informação definida. Indicadores são obtidos pela aplicação de um modelo analítico a uma medida básica e/ou derivada, combinando-as com critérios de decisão.

Se um indicador for representado em forma gráfica, convém que possa ser usado por usuários visualmente debilitados e que cópias monocromáticas possam ser feitas. Para tornar a representação possível, convém que ela inclua cores, sombreamento, fontes ou outros métodos visuais.

Os resultados de medição são desenvolvidos pela interpretação de indicadores aplicáveis baseados em critérios de decisão definidos e convém que sejam considerados no contexto global dos objetivos de medição para avaliação da eficácia do SGSI. O critério de decisão é usado para determinar a necessidade de ação ou investigação futura, bem como para descrever o nível de confiança nos resultados de medição.

Os critérios de decisão podem ser aplicados a uma série de indicadores, por exemplo, para conduzir análise de tendências baseadas em indicadores recebidos a intervalos de tempo diferente. Alvos fornecem especificações detalhadas para desempenho, aplicáveis à organização ou partes dela, derivados dos objetivos de segurança da informação tais como os objetivos do SGSI e objetivos de controle, e que precisam ser definidos e atendidos para se alcançar esses objetivos.

FONTE: Equipe Target

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close