PATSaúde Ocupacional

A situação de ergonomia no home-office.

Por Alec

São inúmeros os casos de empresas que, atualmente, seja pelas facilidades tecnológicas ou pela busca do aumento da produtividade de seus trabalhadores, oferecem um modelo de trabalho que mescla a presença do funcionário nas sedes das empresas intercalado com o home-office, ou teletrabalho.

Mas, nestes casos, como continuar cuidando da segurança e saúde do trabalhador? Evidente, que a responsabilidade continua sendo da empresa, a qual deverá continuar garantindo boas condições ergonômicas aos trabalhadores, com o devido cumprimento da NR-17, especialmente com a realização do laudo ergonômico.

Portanto, para as empresas que pretendem seguir essa tendência, a SOBRATT (Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades) orienta:

  • Diagnóstico dos processos: antes de tudo a empresa deve analisar se os processos são adequáveis ao trabalho remoto ou não: se a presença ou manuseio de documentos físicos for constate, o teletrabalho pode não ser uma boa opção;
  • Programa estruturado: o segundo e mais importante passo é estruturar a operação. O sucesso do teletrabalho depende da capacitação e sensibilização do funcionário para uma jornada produtiva. O segredo é ter claras as “regras do jogo”;
  • Diagnóstico de tecnologia: a questão aqui é: a empresa já dispõe de uma plataforma tecnológica que possibilite uma comunicação adequada com o teletrabalhador? Isso demanda equipamentos e uma boa rede de comunicação;
  • Não isole o funcionário: um erro comum é afastar totalmente o profissional da rotina da empresa. O ideal é que o funcionário vá à empresa em alguns dias da semana para que não se sinta fora da equipe;
  • Monitoramento: tão fundamental quanto implantar o teletrabalho é acompanhar de perto seus resultados. Não se trata de controlar o tempo do empregado, mas sim de avaliar se a produtividade está acompanhando as metas.

 

Fonte: ALEC

www.alecconsultoria.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close