NOTÍCIAS CORPORATIVASSegurança patrimonial e eletrônica

Quais são os riscos que novos processos tecnológicos representam?

Com diferentes segmentos, é preciso entender como uma armadilha tecnológica pode ser prejudicial

dino

São Paulo, SP,20/03/2019 –

A Avast acaba de lançar seu relatório anual, onde detalha todos os cenários de ameaças e maiores tendências de segurança para 2019. Para coleção dos dados, houve um árduo trabalho realizado pela equipe do Laboratório de Ameaças da Avast.

A empresa, que hoje verifica algo em torno de um milhão de arquivos por dia e impede, em média, dois bilhões de ataques todos os meses, revelou que novos segmentos da tecnologia já apresentam grande riscos para empresas.

“O mundo virtual pode ser perigoso para aqueles que não estão preparados ou não entendem tudo o que está em jogo. Um simples clique em um spam pode significar um grande estrago, como por exemplo, a perda de dados”, aponta Dario Caraponale, sócio-fundador da Strong Security Brasil, empresa especializada em Segurança da Informação.

Além dos riscos que a grande maioria já está habituada, espera-se novos tipos de hacks e problemas graças a evolução e novas funções existentes nos computadores e celulares – muitas delas, autônomas. A Avast disponibilizou uma lista com as principais:

Inteligência Artificial

Existe a previsão de uma nova onda de ataques que recebe o nome de “DeepAttacks”. Ele consiste na utilização do conteúdo gerado pela Inteligência Artificial para escapar de controles de segurança. No ano passado foram observados algoritmos capazes de enganar as máquinas de trânsito, deixando- as confusa em relação à real velocidade dos carros.

IoT

“Internet of things” – a Internet das Coisas – fará com que, em pouco tempo, seja impossível fazer qualquer aquisição sem estar conectado à internet – até mesmo coisas simples e presenciais, como compras em supermercados. Isso poderá causar confusão em relação a links seguros ou não.

Ataques a roteadores

É desta maneira que ocorrem os roubos de dados – sejam eles bancários ou até mesmo mais pessoais, como fotos e outros tipos de documento. Por meio de códigos HTML, os hackers conseguem se infiltrar e induzir os usuários a fazerem downloads de softwares maliciosos.

Dispositivos móveis

Engana-se quem pensa que somente os dados compartilhados por computadores correm riscos. No ano passado, já foi possível detectar golpes por meio de aplicativos que, muitas vezes, eram baixados de maneira segura pelas lojas de apps indicadas pelos próprios fabricantes dos aparelhos móveis.

Como sobreviver no mundo virtual

Para passar ileso diante de tantos riscos que a rotina online representa, é preciso mais do que atenção. Ter uma equipe de profissionais gerindo e assistindo cada passo pode ser a diferença entre a segurança e um desastre.

A equipe da Strong Security Brasil é especializada em várias soluções de segurança, incluindo ações que podem prever e reter ataques virtuais. Além disso, também promove consultorias e treinamentos visando reduzir os riscos de ataques. Saiba mais: www.strongsecuritybrasil.com.br

Website: http://www.strongsecuritybrasil.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close