Emily SobralPAT

Como será a gestão de SST na indústria 4.0?

 

Por Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Desde sempre, a atenção com o trabalhador para preservar sua saúde física e mental refletiu-se em produtividade das empresas, especialmente por reduzir afastamentos.

Esse cuidado é materializado pela prevenção das doenças e acidentes de trabalho, que é feita com o cumprimento de normas e gestão de segurança eficaz. Mas, no contexto atual, com o surgimento da Quarta Revolução Industrial ou Indústria 4.0, a tecnologia, que é a base do mecanismo de produção, também passa a ser a principal ferramenta na prevenção e solução de problemas em saúde e segurança do trabalho. Nesse cenário industrial, saber gerir a segurança e saúde no trabalho vai além de cumprir as exigências legais, mas saber controlar as novas tecnologias, como, por exemplo, a internet industrial das coisas (IoT) e os robôs colaborativos.

Como fazer uso seguro desses avanços em diferentes setores industriais, quando o robô colaborativo foi projetado para interagir com o ser humano em postos de trabalho? Não se trata aqui de que os humanos serão substituídos por robôs, pois as empresas sempre precisarão de pessoas, mas a preocupação é como preservar a segurança dos trabalhadores, que dividirão espaços com as máquinas? Os trabalhadores precisarão de treinamento que os tornem capazes de lidar com a parceria entre homem e máquina. Os profissionais de SST precisarão redefinir os processos produtivos, sob a ótica da multiplicidade de habilidades.

Os riscos aos quais os trabalhadores estão expostos no cenário da indústria 4.0 deverão ser mitigados com mais tecnologia capaz de criar recursos e ergonomia. Exemplos: a tecnologia de sensores que previnam acidentes ou de problemas de saúde dos trabalhadores em tempo real, dispositivos conectados à Internet das Coisas podem monitorar e enviar informações de segurança com a biometria de um empregado. Isso ajudará as empresas a reduzirem a exposição aos riscos, melhorando a segurança do local.

 

www.segurancaocupacionales.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close