Mercado e tecnologiaSegurança patrimonial e eletrônica

EMPRESA CRIA SAPATOS GPS PARA QUE PESSOAS DA 3° IDADE NÃO SE PERCAM

Qual a finalidade da tecnologia, se não for para melhorar a nossa vida solucionar os nossos problemas cotidianos, não é mesmo? Ainda bem por isso. E a tecnologia pode ser usada para tudo, até para localizar pessoas perdidas usando o GPS.

Não é sempre que as pessoas, que sofrem de alguma desordem mental, podem estar acompanhadas. Muitas delas também não conseguem usar o celular, e assim, fica difícil saber se elas estão bem e não se perderam. Pensando nessa questão, a empresa americana GTX Corp encontrou uma solução para esse problema. Eles criaram solados de calçados inteligentes, que usam a tecnologia de GPS. Assim, é possível monitorar à distância a localização de pessoas idosas, que sofrem com Alzheimer ou demência, e até mesmo crianças

O Smart Sole (sola inteligente) não é bem uma novidade, já que começou a ser fabricado em 2002, mas não deixa de ser inovador até hoje. A empresa se descreve como a “primeira companhia de dispositivos usáveis com GPS do mundo”. “Nossa inspiração foram as milhões de pessoas com Alzheimer, demência, autismo e traumas cerebrais que possuem problemas de memória e tendem a se perder se ficam sozinhas”, descreve o CEO, Patrick Bertagna, no site da empresa.

Solados inteligentes

Segundo informações da própria GTX Corp, mais de 100 milhões de pessoas em todo o mundo necessitam de acompanhamento constante. Entre as quais, a maioria delas sofre com problemas que afetam a memória. Um número que tende a dobrar nos próximos anos, de acordo com o Relatório Anual de Alzheimer.

Foi pensando nessas pessoas, e na possibilidade delas se perderem e acabarem saindo sem rumo pelas ruas, foi que a empresa criou os solados inteligentes. Esse sistema mescla a tecnologia de localização com os smartphones. Assim, ficou mais fácil monitorar pessoas idosas e crianças, evitando que elas se percam.

O solado inteligente inclui um chip e “minúsculo celular” dentro do próprio sapato. O dispositivo usa de uma rede de celular para se comunicar. Ou seja, ele precisa de um plano de telefonia e também ser recarregado diariamente. A partir do momento em que o dispositivo estiver online, os responsáveis podem monitorar, em tempo real, a localização da pessoa que está usando os sapatos. É claro que isso preserva a segurança dos usuários, uma vez que só é possível ter acesso a esses dados, usando um login e senha protegidos.

Além disso, o sistema também envia alertas de e-mail e SMS para os responsáveis. Caso o usuário ultrapasse a área de monitoramento, o responsável será notificado. O solado inteligente é vendido em tamanhos adultos e infantis. O  formato padrão se encaixa na maioria dos sapatos e tênis comuns.

Outras opções

Embora a GTX Corp tenha patenteado essa tecnologia inovadora, essa solução também foi adotada por outras empresas. Uma delas é a japonesa Wish Hills, que usa a mesma tecnologia do solado com GPS. O diferencial, nesse caso, fica por conta de que o chip é inserido nos solados dos sapatos que já são comercializados de forma conjunta. Eles vendem o próprio sapato, o chamado GPS Dokodemo Shoes.

Esse sapato guarda o GPS no pé esquerdo. O localizador permite encontrar o usuário por meio de um mapa no celular ou no computador. Embora seja algo realmente útil, o lado negativo é que esses sapatos não são muito acessíveis. Eles custam em média US$ 298 e só são vendidos no Japão.

Com informações, Fatos Desconhecidos.

 

https://www.noticiasvip.com.br/tecnologia/empresa-cria-sapatos-gps-para-que-pessoas-da-3o-idade-nao-se-percam/17648/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close