EventosSegurança patrimonial e eletrônica

Abese realiza 1º Seminário sobre o Estatuto da Segurança Privada

O evento acontecerá na Assembleia Legislativa de São Paulo em novembro e as inscrições já estão abertas

O setor de segurança eletrônica espera crescer 10% em 2019. Apesar do forte potencial, o mercado encontra um desafio na hora de conquistar novos mercados e expandir: a falta de legislação. Por isso, a representante do setor, a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese) realizará o 1º Seminário sobre o Estatuto da Segurança Privada que tem o objetivo de discutir a importância da regulamentação do mercado de segurança eletrônica e esclarecer o setor sobre as mudanças que podem ocorrer.

O evento acontecerá na Assembleia Legislativa de São Paulo, no dia 08 de novembro e tem como objetivo compartilhar com os participantes a importância do processo que ocorre no Senado Federal para a aprovação do projeto de lei que poderá atualizar a Lei nº 7.102/1983. Na prática, assim que aprovado, o Estatuto da Segurança Privada diferenciará o setor de Segurança Eletrônica e o setor de Vigilância.

Assim, a Segurança Eletrônica abarcará empresas que promovem serviços de segurança a partir de sistemas inteligentes, soluções baseadas em drones, videomonitoramento, controles de acesso, rastreadores, entre outras. “Estamos falando da segurança sob a perspectiva da prevenção, de modo não-ostensivo. Essa é a diferença vital desse setor para o tradicional mercado da vigilância, que representa outro importante, mas distinto pilar da segurança privada. O Estatuto deve pacificar definitivamente uma confusão constante dos órgãos públicos sobre os dois setores”, explica o assessor jurídico da Abese, Dr. José Lázaro de Sá.

A associação acredita que a aprovação do Estatuto da Segurança Privada terá um impacto positivo no mercado de sistemas de segurança eletrônicos, mas é preciso estar preparado para as mudanças. Para isso, reunirá durante o seminário diversos especialistas para uma análise 360º dos principais pontos da lei, discutindo as diferentes visões sobre a mesma regulamentação, desde questões tributárias, de consumo, trabalhistas e de empreendedorismo.

A programação contará com a participação do diretor setorial de segurança bancária da FEBRABAN, Pedro Oscar Viotto; o consultor da Abese, Dr. Adelar Anderle; o advogado Dr. Vilson Pedrosa; o assessor jurídico da Abese, Dr. Lázaro de Sá e a assessora jurídica e contábil da Abese, Dra. Patricia Roccato. Além disso, a cerimônia de abertura terá a presença do presidente da Comissão de Segurança Pública e Assuntos Penitenciários da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Delegado Olim e da Presidente da Abese, Selma Migliori.

Para participar do evento, basta se inscrever gratuitamente no site da Abese: https://www.eventos.abese.org.br/seminario-estatuto-seguranca-privada/

Sobre a ABESE

Fundada em 1995 a ABESE é uma associação empresarial de âmbito nacional e sem fins lucrativos, representante das empresas de sistemas eletrônicos de segurança, que lidam com diversos tipos de tecnologias disruptivas como leitores faciais, rastreadores, videomonitoramento, controles de acesso, o que envolve portarias remotas, dentre outros recursos voltados para a otimização da segurança, promovendo segurança inteligente.

O setor de segurança eletrônica faturou no ano passado R$ 6,52 bilhões no país, alta de 8% frente ao ano anterior – e para 2019 as oportunidades podem ser ainda maiores. Alavancado por novas tecnologias que facilitaram a instalação e o uso de soluções de segurança, o setor espera fechar o ano com crescimento de 10%, gerando empregos, contribuindo com a retomada do crescimento e com a segurança do País.

 

tropicocomunicacao.com.br
(11) 3530-3567

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close