ArtigosSegurança patrimonial e eletrônica

Eletrônicos quebrados? Saiba como reciclá-los corretamente

Diante do avanço da tecnologia, a quantidade de lixo eletrônico produzido cresceu em grande escala. Conforme novos objetos são criados, o volume de objetos obsoletos também cresce e precisa ser devidamente descartada.


Esse ponto é muito importante pois a reciclagem de eletrônicos é um gesto que não diz respeito apenas aos transtornos causados por uma pilha de lixo eletrônico, como também, é um problema para o meio ambiente.

 

A falta de cuidado com isso faz com que componentes que deveriam ser devidamente descartados, sejam jogados em aterros sanitários. Esse locais não são adequados para esse tipo de material pois geralmente componentes eletrônicos liberam substâncias tóxicas. 

 

Considerando esse impacto do lixo eletrônico ao meio ambiente, separamos este conteúdo contendo informações sobre a importância do seu descarte correto. Acompanhe! 

Saiba como é feita a reciclagem de eletrônicos 

O crescimento do consumo e a disputa das grandes empresas pelas vendas são grandes responsáveis por essa produção maior de lixo eletrônico, que é chamado também de e-lixo.

 

Junto com essa demanda surgem diversas alternativas de empresas para outras. O serviço de outsourcing de impressão, por exemplo, é um solução para empresas que economizarem com equipamentos, tinta e até papel.

 

A questão é que esses equipamentos não podem ser descartados junto com o lixo comum, embrulhados em sacolas plásticas ou enrolados em jornais. Os componentes eletrônicos devem ser devidamente jogados em lugares específicos. 

 

Mesmo que no Brasil o processo de captação desses componentes não seja muito evoluído, existem pontos de coleta específicos em cada cidade, e a tarefa das pessoas é ir até eles e descartar corretamente. 

 

Depois de serem descartados corretamente, a pilha de lixo eletrônico passa por um processo de triagem no qual é desmontado, separando todas as peças.

 

Em relação aos produtos tóxicos que incluem esses componentes eletronicos, todos  são colocados em grandes tanques de armazenamento próprio para aquela substância, que posteriormente é direcionado às empresas especializadas nesse serviço. 

 

A atenção ao descarte adequado é dever de todos para com o meio ambiente, e por mais que essas atividades não sejam muito fiscalizadas, o ideal é que o processo seja feito por profissionais qualificados.

 

Esses profissionais, além de habilidade, possuem as ferramentas necessárias para manipular os componentes, além de uniformes profissionais especializados para que protejam sua saúde ao mesmo tempo que não causem impacto ao meio ambiente. 

Recicle os componentes eletrônicos 

Como vimos ao longo deste conteúdo, a reciclagem dos componentes eletrônicos é uma prática necessária para reduzir os impactos que o avanço tecnológico causa ao meio ambiente. 

 

Para isso, existem pontos específicos de coleta nas cidades, além de empresas especializadas na captação desses produtos em grande quantidade.

 

É fato que com o passar do tempo certos objetos se tornem obsoletos, e com o avanço tecnológico e a disputa das empresas pelo mercado, os componentes são substituídos cada vez mais rápido e inevitavelmente.

 

No entanto, preservar o meio ambiente é uma responsabilidade de todos, uma vez que todas as pessoas dividem o mesmo planeta! Com um gerenciamento adequado do lixo eletrônico o meio ambiente poderá ser preservado por muito mais tempo.

 

Por esse e outros fatores, os componentes eletrônicos devem ser descartados nos lugares certos. Entregá-los ao devido destino é a visão de sustentabilidade necessária para vida!

 

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close