NOTÍCIAS CORPORATIVASSegurança patrimonial e eletrônica

De Big Data à Tecnologia de Decisão: as tendências que vão impactar a sociedade do futuro

Esses temas estão no centro das atenções no setor de crédito

Dino

Gerenciamento de decisão, inteligência artificial, aprendizado de máquina, proteção de dados, estratégias em nota de crédito (score) e análise comportamental de empresas para a concessão de crédito são algumas das tendências que terão papel de destaque na sociedade do futuro.

“A inteligência artificial e o aprendizado de máquina surgem como tecnologias que podem oferecer grande auxílio, no futuro, a diversos setores de atividade, como a área de crédito”, observa Elias Sfeir, presidente da Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC), que participou do FICO World 2019, conferência internacional sobre análise de big data e tecnologia de decisão. No evento, que reuniu líderes e inovadores de todo o mundo, neste mês, em Nova York, foi apresentado um estudo que mostrou que “o uso do Machine Learning resultou em um aumento de assertividade de cerca de 15% nas modelagens de dados”, acrescenta Sfeir.

Durante o evento, inovações analíticas e práticas recomendadas para tomar decisões em tempo real com clientes, combater ameaças à segurança cibernética e otimizar os resultados dos negócios para atender a múltiplas facetas e cenários da atualidade conectada e caracterizada pelo acrônimo VUCA (volatilidade, incertezas, complexidade e ambiguidade) estiveram no centro do debate. Entre essas inovações, Sfeir destaca os Modelos Analíticos que predizem ações, possibilitando atividades automáticas na maior parte das áreas relacionadas ao setor financeiro. Ao longo do tempo, os dados foram usados em Inteligência de Negócio (BI) que, com o advento de modelagens, evoluiu para os Analíticos de Predição, que conseguem prever o comportamento do consumidor, oferecendo personalização e precisão.

Outra tendência importante, a avaliação comportamental de empresas que buscam crédito, definido pela sigla em inglês ESG, de “environment” (meio ambiente), “social” (social) e “governance” (governança), que analisa muito além dos lucros e faturamento, deve ter um papel crescente na sociedade, já que as questões relacionadas a meio ambiente, sociedade e governança têm sido consideradas na hora de avaliar investimentos. “Esse movimento tende a ser incorporado pelas instituições que concedem crédito”, aponta o presidente da ANBC.

Tema cada vez mais discutido em todo o mundo, a educação financeira também foi abordada no encontro com a apresentação de uma plataforma para estimativa da faixa de nota de crédito por meio de 10 perguntas. Diante do número alcançado, um planejador virtual entra em ação para aumentar a nota de crédito em pelo menos dez pontos em um horizonte de três, seis, nove e doze meses, por meio de um conjunto de até seis ações com foco em educação financeira. A novidade pretende auxiliar a parcela da população invisível ao mercado de crédito, oferecendo informação sobre a avaliação feita pelas instituições do setor.

Mais do que tendências, alguns dos pontos abordados têm potencial para se consolidar ainda em 2020, é o que apostam os líderes e inovadores presentes.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close