Emily SobralPAT

Estresse térmico por esforço físico nos atletas profissionais de futebol foi estudo por aluno da Fundacentro

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Sol e calor comprometem saúde de jogadores de futebol (Foto Pixabay)

Acabou o Campeonato Brasileiro de Futebol, e o meu Palmeiras ‘pisou na bola’, amargando o terceiro lugar, quando tinha elenco e time para ganhar o torneio nacional. Como vou repercutir a dissertação do Programa de Pós-Graduação da Fundacentro, de Leonardo Lins Camelo da Silva, que pesquisou sobre “O estresse térmico por esforço físico nos atletas profissionais de futebol, na Copa do Mundo da FIFA no Brasil de 2014”, veio uma dúvida sobre meu Verdão: será que a falta do título nacional deste ano foi por causa do calor? Rsrsrsr.

Mas vamos falar sério sobre a dissertação de Leonardo. Ele analisou 64 jogos na Copa do Mundo da FIFA de 2014, com atletas que mais se movimentaram em campo e que alcançaram a velocidade máxima.

O estresse térmico por esforço físico dos atletas foi investigado pelo o índice de calor (Índice de Bulbo Úmido-Termômetro de Globo (IBUTG)) e na Norma Regulamentadora 15, que trata de Atividades e Operações Insalubres. Pelo IBUTG foi possível verificar o impacto do calor dos atletas.

Leonardo utilizou também como ferramenta o software sobrecarga térmica, desenvolvido pela Fundacentro, para checar o estresse térmico nos atletas de futebol nos jogos da Copa do Mundo. O software sobrecarga térmica tem como objetivo monitorar a exposição do trabalhador à sobrecarga térmica nas atividades a céu aberto em todo o seu território.

Com o estudo, Leonardo evidenciou os perigos das práticas esportivas sob intenso calor em torneios, além de clarificar aspectos referentes aos eventos realizados no calor, e a forma como os jogadores reagem a essas temperaturas. Leonardo, para o próximo ano, você pode estudar o Verdão a não sentir tanto calor? Brincadeirinha…

 

www.segurancaocupacionales.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close