NOTÍCIAS CORPORATIVASPAT

Projeto Humanize visa a construção de ambientes profissionais mais acolhedores

Dino

Os anos 90 estão em alta em roupas, calçados e acessórios. Porém, no universo corporativo, não poderiam estar mais fora de moda. Foi-se o tempo em que era proibido misturar vida pessoal e profissional, os sentimentos ficavam do lado de fora da recepção das empresas e o trabalho de manter as tarefas em perfeito funcionamento, mesmo após situações traumáticas, cabia apenas ao colaborador. As gerações que chegaram ao mercado nos últimos anos cobraram mudanças, e as empresas estão tendo que se adaptar. É isso ou ficar para trás.

Mudar o status quo, no entanto, não é ruim. Está comprovado que funcionários felizes, que se sentem valorizados, são mais produtivos e dispostos a ajudar no crescimento da empresa. Ambientes saudáveis são bons para todos.

Essa é a máxima do Projeto Humanize, uma iniciativa criada pela Best Homenagens, companhia paulistana fundada pelos empresários Leonardo e Allan Lopes, que atua há mais de dez anos auxiliando empresas a reconhecer e homenagear seus colaboradores. “Uma empresa que investe em um ambiente mais humanizado certamente contará com os melhores talentos, uma vez que a geração atual prioriza companhias assim”, reforça Leonardo.

Uma pesquisa, muitos insights

O Projeto Humanize surgiu a partir de uma pesquisa realizada com mais de 300 empresas, de diversos segmentos de atuação. Coordenado por Bernardo Leite Moreira, psicólogo, palestrante, autor e professor da FGV-SP (Fundação Getúlio Vargas), o estudo mostrou que apenas 9% das companhias oferecem algum tipo de auxílio psicológico aos funcionários que passaram por uma situação de luto e cerca de 20% delas não cumprem sequer as obrigatoriedades da CLT e da convenção coletiva quanto às ações legais referentes à morte de um colaborador, por exemplo.

Para lançar o programa, o 1o Fórum Humanize, realizado em dezembro de 2019, em São Paulo, discutiu o tema “Luto no Ambiente Corporativo”. O evento contou com as participações da psicóloga Mariana Clark, que vem atuando junto às famílias das vítimas de Brumadinho, e da advogada Sandra Assali, presidente da ABRAPAVAA (Associação Brasileira de Amigos e Parentes de Vítimas de Acidentes Aéreos), entre outros especialistas.

E o Projeto Humanize ainda vai além. Todos os assuntos ligados às relações humanas nas corporações estão no foco da plataforma, que reúne conteúdo, eventos e treinamentos especializados: Reconhecimento, Feedback, Respeito e Diversidade, entre outros.

As novidades serão divulgadas no site oficial do programa e nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e LinkedIn. Para saber mais, basta acompanhar.

Fonte:
Leonardo Lopes, diretor executivo da Best Homenagens

Website: https://projetohumanize.com.br/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close