NOTÍCIAS CORPORATIVASPAT

Brasil produz mais de 78,3 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano

A tecnologia está presente em todos os âmbitos da sociedade e na indústria de reciclagem não seria diferente.

DINO

A preservação dos recursos naturais passa por várias ações diárias e, em geral, pode ser guiada pela regra dos 3 R’s (reduzir o consumo, reaproveitar e reciclar). “O efeito acumulativo do consumo individual é o que torna as mudanças pessoais tão essenciais para que este processo tenha êxito”, salienta Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News & Negócios (www.revistaecotour.news).

Enquanto algumas mudanças são mais fáceis para uns, acabam impraticáveis para outros. Assim, a dica é avaliar o que pode ser modificado na rotina e começar a colocar em prática ações sustentáveis.
A tecnologia está presente em todos os âmbitos da sociedade e na indústria de reciclagem não seria diferente. Tecnologia industrial é o uso de engenharia e tecnologia de fabricação para tornar a produção mais rápida, mais simples e mais eficiente.

Formandos em Engenharia Elétrica, Automação e Controle, Produção, Química, Civil, Materiais e Ciência da Computação do Centro Universitário FEI, desenvolveram soluções sustentáveis para problemas de diversos setores da sociedade.

Os alunos de Engenharia Química apresentaram um estudo e simulação da produção de biogás a partir da vinhaça para geração de energia limpa, reaproveitando um dos resíduos gerados pela indústria sucroalcooleira que pode causar problemas ambientais.

Outro grupo de formandos em Engenharia Química focaram seus estudos na produção de carvão ativado através da borra do café para tratamento de efluentes contaminados. O carvão produzido mostrou-se mais viável tecnicamente quando comparado aos carvões comerciais, alcançando alta capacidade de adsorção.

“O Brasil produz mais de 78,3 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano. De todo lixo produzido no Brasil, 30% tem potencial para ser reciclado, porém apenas 3% deste total são efetivamente reciclados”, enfatiza Vininha F. Carvalho.

Uma metodologia criada pela startup de desenvolvimento e implementação de práticas socioambientais inovadoras, a Eccaplan, instalada na Incubadora USP/IPEN-Cietec, está sendo aplicada em empresas e atingindo uma taxa de reciclagem acima de 80%. O projeto visa gerar a destinação correta de todos os resíduos, desenvolve bactérias e arquitetura para a realização de compostagem acelerada dos resíduos orgânicos (cascas de frutas, legumes e restos de alimentos), gerando empregos e benefício ambiental.

“Um dos segmentos mais beneficiados com o crescimento da coleta seletiva é formado pelas cooperativas de catadores, que fazem da reciclagem fonte de renda para milhares de famílias”, conclui Vininha F. Carvalho.

Website: https://www.revistaecotour.news

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close