IncêndiosMercado e Tecnologia

As principais causas de incêndio em residência

O fogo sempre foi utilizado de maneira produtiva desde o seu surgimento na antiguidade. O elemento foi fundamental para o homem caminhar rumo à civilização. Além disso, era utilizado para aquecer, cozinhar, iluminar e proteger os seres humanos naquela época.

 

Assim como antigamente, o fogo é um elemento essencial para grande parte das tarefas do nosso dia a dia. Porém, precisamos de algumas medidas para controlá-lo. O fogo – quando fora de controle – adquire uma proporção enorme, acarretando a forma de incêndio.

 

O incêndio pode abalar a estrutura psicológica das pessoas envolvidas, além dos danos financeiros – parte da casa e perca de móveis – os prejuízos profissionais.

 

Para evitar um incidente desse tipo, existem inúmeras ações simples que podemos utilizar para evitar esse problema, como um sistema de combate a incêndio e extintores.

 

Uma das melhores maneiras para evitar possíveis ocorrências, é aumentar o conhecimento acerca de quais são as principais causas, assim, fica mais fácil de identificar os sinais de perigo antes que não consiga evitá-lo.

Principais causas de incêndio

Para te auxiliar na prevenção de incêndio, listamos algumas causas comuns do incidente. Confira!

Vazamento de gás

Sabe aquele botijão comum usado nas cozinhas residenciais? Então, quando não é corretamente instalado, pode causar incêndios e explosões.

 

O gás é composto por elementos infláveis e, ao entrar em contato com fontes de eletricidade, inicia rapidamente o incêndio.

 

Não deixe o botijão perto de correntes elétricas, em lugares fechados ou permita o vazamento dele, mesmo que seja pela boca do fogão.

 

É importante verificar o funcionamento dos equipamentos movidos a gás periodicamente. Por exemplo, faça a manutenção de aquecedor a gás semanalmente, assim, conseguirá identificar possíveis danos.

Eletricidade

A maior parte dos problemas de fiação elétrica se dão a falta de infraestrutura, fiação antiga e mal feitas e fatores que não tiveram atenção. Ferramentas super aquecidas (panelas também) são perigosos, visto que o aumento da temperatura leva a ignição.

 

Até mesmo os aparelhos elétricos, como um motor elétrico trifásico, se ficarem muito tempo ligados e sem ventilação adequada pode causar a combustão.

Brincadeiras de crianças

Como sabemos, as crianças são bem curiosas e sempre despertam interesse por coisas perigosas. Dessa forma, não deixa isqueiros, fósforos ou qualquer objeto que gere chamas ao alcance dos pequenos.

Inflamáveis

Os isqueiros, fósforos e velas são fatores determinantes para gerar um problema. Quando mal produzidos, esses materiais armazena inflamáveis que espalham gases até que encontrem uma fonte de combustão.

 

Além disso, não deixe os produtos próximos uns aos outros. Certifique-se que deixou fora do alcance das crianças e de preferência tenha um extintor em casa. Outro ponto importante é manter o ambiente ventilado.

 

Agora que você já sabe as possíveis causas de incêndio, vamos conhecer as medidas de combate?

Como combater o incêndio residencial?

Verifique sempre a parte elétrica da sua casa. Confira se a fiação não está exposta e pesquisa alguns seguros residenciais.

 

Além disso, não deixe as crianças sozinhas na cozinha ou em qualquer outro cômodo que tenha equipamentos que se aqueçam.

 

Essas medidas simples podem garantir a segurança da sua casa e da sua família. Contudo, ainda que você zele pela proteção das pessoas e dos seus bens materiais, é importante repassar essas informações para sua família, assim, todos terão medidas conscientes.

 

 

 

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close