NOTÍCIAS CORPORATIVASSegurança patrimonial e eletrônica

Vai decolar e esqueceu de alguma coisa? Saiba o que fazer

Em toda viagem é importante se programar com antecedência, mas, caso você tenha esquecido algo, descubra como proceder

A tão sonhada viagem para o exterior está se aproximando e você precisa fazer as malas, certo? Nesse momento, é preciso se planejar bem e deixar tudo organizado corretamente para não deixar nada para trás.

 

Dessa forma, com uma organização bem pensada, é possível reduzir as chances de esquecer algum item importante, sejam roupas, acessórios, cosméticos, itens de cuidado pessoal ou eletrônicos – e seus acessórios.

 

Portanto, se você quer aprender a se preparar para uma viagem internacional, confira o conteúdo que preparamos. E se, ainda assim, você esquecer algo importante, descubra o que fazer para resolver o problema. Boa leitura!

Primeiro passo: pense de forma proativa

Ao planejar uma viagem, seja internacional ou não, é sempre importante pensar de forma proativa, pois, assim, você conhecerá as soluções antecipadamente e não deixará que a ansiedade atrapalhe suas decisões.

 

Portanto, gaste tempo pesquisando na internet sobre o destino que você pretende visitar, seja para descobrir sobre o clima, idioma, pontos turísticos, alimentação, cultura e outras informações importantes. Mesmo se não acontecer nenhum problema, esse conhecimento será importante em vários momentos da viagem.

Segundo passo: conheça bem o clima do país de destino

Antes de fazer as malas, procure se informar bem sobre o país que será o destino da sua viagem. Nesse caso, é importantíssimo conhecer o clima e a época do ano que você chegará, pois, assim, algumas dores de cabeça poderão ser evitadas.

 

Após entender mais sobre a questão climática, separe algumas peças para passar tranquilo o período da viagem – lembre-se de levar peças extras para qualquer contratempo. No entanto, caso precise, é possível fazer compras de emergência nas lojas do seu destino.

Terceiro passo: prepare um bom plano de internet e telefonia

Seja para ligações ou para usar a internet, não deixe para descobrir quais planos móveis contratar ao chegar em seu destino. Isso pode ser fundamental em emergências – seja em  caso de algum acidente ou por ficar perdido em um local desconhecido.

 

Assim, uma pesquisa aprofundada te dará todas as direções de qual plano assinar no período da viagem, inclusive considerando preço e pacote de benefícios. Além disso, informe-se o melhor local para comprar o chip da operadora local ou assinar o contrato temporário com a telecom.

Quarto passo: separe o dinheiro para levar

Nesse passo específico, estamos falando da forma que você vai levar o dinheiro para a viagem. Carregar o dinheiro totalmente em espécie pode ser impossível, já que a alfândega possui limites bem restritos para isso. De qualquer modo, o levar dessa forma não é muito seguro.

 

Portanto, opte por levar uma boa quantia em papel para dois ou três dias de viagem e, para o resto do dinheiro, prefira cartões pré-pagos ou o de crédito. Apesar do IOF deixar as transações mais caras, é uma forma bem melhor de carregar suas reservas monetárias.

Quinto passo: tome as vacinas necessárias para entrar no país

Outro passo importante é estar protegido e imune às doenças. Nesse caso, é importante atualizar a carteirinha de vacinação e garantir que nenhum imprevisto vai acontecer nesse sentido.

 

Além disso, alguns países exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), então é importante se informar nos Centros de Orientação ao Viajante o que é necessário fazer para obtê-lo.

 

Por último, fique atento com o prazo que as vacinas costumam fazer efeito no sistema imunológico. No caso da febre amarela, por exemplo, é preciso tomar a injeção com 10 dias de antecedência da viagem mas, para outros casos, algumas semanas são necessárias para a devida proteção da saúde.

Sexto passo: contratar um seguro viagem

Dependendo do país que você pretende visitar, o seguro viagem pode ser um requisito para entrar no destino, então é impossível evitar. No entanto, mesmo que não seja obrigatório, procure contratar essa proteção, já que ela pode ser essencial para imprevistos.

 

O seguro viagem é um contrato que você paga pelo tempo da viagem, onde os valores podem variar de R$ 5 até R$ 50 ao dia. Mesmo que pareça caro, ele dá a segurança de que coberturas médicas, remédios e assistências gerais estão garantidas, o que pode ser importante em alguns países.

Sétimo passo: aprenda o básico do idioma local

É sempre importante aprender o idioma básico do país que você está indo visitar. Por mais que seja difícil em alguns casos, é essencial saber pedir uma informação, seja uma localização ou ajuda para uma questão específica.

 

Mesmo que seja para descobrir algum restaurante ou ponto de interesse, saber algumas frases e palavras importantes do idioma local podem facilitar – e muito – a sua estadia. Ah, e não tenha medo de usar apps de celulares para traduzir conversas, se for necessário, pois o importante é se comunicar.

Se planejou, mas ainda esqueceu de pegar algo importante?

Às vezes, mesmo com um planejamento detalhado, é possível esquecer ou deixar algo pra trás. Nesse caso, o duty free Dufry possui um catálogo imenso de produtos, como eletrônicos, comestíveis, perfumes importados, cosméticos e acessórios. Assim, se você precisar comprar algo em cima da hora, pode contar com o Dufry para essa missão.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close