NOTÍCIAS CORPORATIVASSegurança patrimonial e eletrônica

Novos desafios tecnológicos exigem adaptação dos Prestadores de Serviços de TI

O CEO da SolarWinds MSP, Kevin Thompson, falou sobre os novos desafios tecnológicos e a crise do Covid-19 em mensagem de vídeo para parceiros.

O que eu quero ter certeza de que você saiba é que a SolarWinds MSP estará aqui para trabalhar nisso com você

A pandemia do Covid-19 se tornou um desafio para muitas empresas e modelos de negócios que nunca estiveram preparados para o trabalho remoto, e saber se adequar à situação pode ser decisivo para a continuidade de um negócio. Em um momento em que as companhias precisam que seus funcionários trabalhem de casa em suas máquinas pessoais, a segurança de dados é primordial para garantir a proteção de informações sensíveis.

Neste momento, o MSP (Managed Service Provider ou Provedor de Serviços Gerenciados) terá que oferecer serviços preventivos de gestão de redes e realizar o monitoramento dessas máquinas remotamente para garantir a segurança de dados e o bom funcionamento dos negócios de seus clientes.

O CEO da SolarWinds, Kevin Thompson, falou sobre os novos desafios tecnológicos e crise do Covid-19 em mensagem de vídeo para parceiros.

“O que eu quero ter certeza de que você saiba é que a SolarWinds MSP estará aqui para trabalhar nisso com você” diz CEO e presidente da empresa americana que desenvolve ferramentas de monitoramento e gerenciamento de TI.

O executivo afirmou que a empresa seguirá forte para apoiar seus parceiros lado a lado durante a crise do coronavírus.

Thompson abordou diversos pontos importantes em sua mensagem, dentre eles a realidade acerca do trabalho remoto e do cenário em que muitos dos clientes se encontram realizando home office para manter seus negócios ativos. Em seu discurso, ele analisa que muitos desses clientes têm desafios que não sabem como resolver, mas que em muitos casos, o Prestador de Suporte de TI sabe solucionar.

Apoio e trabalho remoto

Segundo informações divulgadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) na quinta-feira (27), já são mais de 530 mil pessoas contaminadas ao redor do mundo. O coronavírus tem transformado a maneira como as empresas trabalham. Companhias de diversos setores já implementaram o home office para seus colaboradores, o objetivo dessa ação é preservar a segurança das pessoas e diminuir a proliferação do Covid-19.

Esta é uma experiência de home office que marcará a história, ainda não há dados que indiquem quantas pessoas estão realizando suas atividades laborais remotamente, mas a estimativa é que milhares de colaboradores dos mais diversos segmentos estejam passando por essa adaptação. Para muitas empresas e colaboradores este pode ser um desafio e exigirá mudanças nos negócios.

A Universidade de Stanford realizou um estudo chamado “Does working from home work? Evidence from a Chinese experiment” com 16 mil trabalhadores de um call-center chinês, a empresa Ctrip, que foram designados ao trabalho remoto e supreendentemente obtiveram um aumento de 13% na produtividade, dos quais 9% foram por trabalhar mais minutos por turno e 4% por mais ligações por minuto. Ao fim do estudo, os trabalhadores relataram maior satisfação e a empresa passou a oferecer a alternativa de home office que teve uma adesão de mais da metade dos funcionários.

Para Kevin Thompson, está é uma oportunidade de dinamizar e ter um modelo de negócio proativo. Assim, como diversas empresas a SolarWinds implementou o trabalho remoto para seus funcionários, de acordo com Thompson, em sua declaração no site da empresa, a equipe sempre esteve preparada para esse tipo de mudança, vendendo e dando suporte para clientes virtualmente e sem depender da interação pessoal. Segundo ele, devido a essa abordagem, acredita que foram criados para ajudar as empresas a terem sucesso durante esse período desafiador.

O futuro dos MSPs no Brasil 

O fundador e CEO da ADDEE, distribuidor exclusivo da SolarWinds MSP no Brasil, Rodrigo Gazola reiterou as palavras do CEO Kevin Thompson e afirmou que os parceiros no Brasil podem contar com esse mesmo apoio.

A ADDEE está ativamente buscando maneiras de ajudar a comunidade de Prestadores de Serviços de TI no enfrentamento da crise causada pelo novo coronavírus, e já anunciou algumas medidas emergenciais. Além das medidas de apoio aos atuais parceiros, o time da ADDEE passou a trabalhar de forma remota desde o dia 18/03/2020, essa iniciativa foi tomada para preservar a saúde dos funcionários e manter o time bem para enfrentar essa crise.

Com a crise causada pelo Covid-19 muitas empresas foram obrigadas a adaptar suas operações para home office, isso gerou novas demandas aos Prestadores de Serviços de TI, especialmente no que tange a segurança dos dados das empresas sendo acessados por computadores pessoais e fora da rede da empresa.

Todo planejamento de geração de conteúdo da ADDEE foi adaptado a essa nova realidade e o MSP Blog, referência de conteúdo voltado para Serviços Gerenciados de TI no Brasil, vai receber textos desenvolvidos especialmente para essa nova realidade.

Os MSPs precisarão realizar alterações em suas estratégias de negócios, vendas, finanças e nos seus processos, aderindo ao distanciamento social e criando estações de trabalho remotas.

O vice-presidente de Customer Success da SolarWinds, Leo Sanchez, afirmou que a empresa entende que esse é um momento que a pandemia está desafiando os MSPs, mas que os clientes, funcionários e colegas confiam que esses empreendedores continuarão cumprindo suas missões em fornecer excelentes serviços relacionados à tecnologia. Por fim, Sanchez diz que como uma organização impulsionada por tecnologias que são otimizadas para o suporte remoto, seus parceiros podem ter a certeza de que serão amparados por suas equipes de atendimento e sucesso do cliente.

Website: http://www.addee.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close