NOTÍCIAS CORPORATIVASSegurança patrimonial e eletrônica

Tecnologia de reconhecimento facial é aliada no combate à Covid-19

Sistema de biometria facial oferece maior segurança sanitária por evitar risco de contaminação

Dino

 

Queremos contribuir decisivamente para que, além de terem segurança de acesso, as pessoas passem a ter segurança sanitária

Belo Horizonte, MG,06/04/2020 –

A corrida contra a pandemia do novo coronavírus mobiliza a sociedade em várias frentes. Enquanto a comunidade médica se desdobra na busca pela cura, tratamento e recomendações de prevenção da transmissão da Covid-19, empresas de tecnologia têm procurado dar respostas rápidas, buscando novas soluções ou otimizando as já existentes. Nesse rol, o uso do sistema de reconhecimento facial tem se mostrado um grande aliado no combate à disseminação da doença de uma forma prática e segura.

Uma das principais formas de disseminação do vírus é pelo contato com superfícies ou objetos de uso comum contaminados, sejam eles cartões, chaves eletrônicas, catracas e até mesmo pelo toque da ponta dos dedos na biometria digital. A sobrevida do vírus em superfícies pode variar de horas até dias, o que reforça a importância de soluções tecnológicas que dispensem a necessidade constante de limpeza ou que não necessitem do toque para seu funcionamento.

“A tecnologia de reconhecimento facial se mostra extremamente importante nesse caso”, afirma o CEO da Biomtech, Ricardo Cadar. A empresa, especializada em soluções tecnológicas no uso da biometria facial, com sede em Belo Horizonte (MG), tem sido cada vez mais procurada por condomínios, edifícios comerciais, hospitais e escolas privadas para troca do modelo de acesso. “A implementação da nossa tecnologia é uma realidade no mercado; o que mudou, em termos de demanda, é que agora existe uma grande preocupação com as formas de evitar a Covid-19 e outras doenças pelo contato com objetos de uso comum”, afirma Cadar.

“Existe a probabilidade de passarmos por quarentenas esporádicas e, além disso, todo esse cenário trouxe uma mudança cultural de comportamento social”, comenta. “A segurança antifraude agora se soma a uma segurança sanitária, por não trazer risco de contaminação. Em tempos de pandemia, o reconhecimento facial é uma excelente alternativa para a sociedade”, ressalta.

O sistema de biometria facial é completamente seguro, rápido e higiênico, além de ser capaz de reconhecer as pessoas mesmo com alterações de aparência, como barba, corte de cabelo ou óculos. O sistema também é eficiente para distinguir gêmeos idênticos com total confiança.

A Biomtech, fundada em 2013, desenvolveu um software que pode ser adaptado para diversos tipos de necessidade, como catracas, elevadores, entrada e saída de prédios residenciais e comerciais, escolas e hospitais, com custo bastante acessível. Segundo Cadar, o objetivo da empresa é fazer com que as inovações na área de biometria facial cheguem até o dia a dia das pessoas, desenvolvendo soluções em sistemas acessíveis, confiáveis e fáceis de operar. “Queremos contribuir decisivamente para que, além de terem segurança de acesso, as pessoas passem a ter segurança sanitária. Encarar a pandemia pede soluções diferenciadas em tecnologia”, comenta.

Website: http://www.biomtech.com.br/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close