Emily SobralPAT

Em meio à pandemia, servidores do governo em SST fazem a parte que lhes compete: orientar sobre prevenção

Por Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Se por um lado, a pandemia causada pela Covid-19 tem encoberto as ações das equipes tripartites que promovem as alterações das normas regulamentadoras de segurança do trabalho, por outro, os profissionais de SST estão zelosos quanto às orientações aos trabalhadores que correm risco de contaminação. Assim, a Fundacentro e a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho anteciparam-se e lançaram a cartilha “Prevenção à Covid-19 – Proteção respiratória: orientações de uso frente à Covid-19”.

Afinal, usar corretamente os EPIs de proteção respiratória é imprescindível para sua efetiva prevenção. Com 22 páginas, o manual transmite informações para os trabalhadores de unidades de saúde, bem como para a população de forma geral, apresentando as boas práticas de proteção respiratória aplicáveis contra agentes biológicos. A cartilha, por exemplo, demonstra as diferenças entre máscaras cirúrgicas e peças faciais filtrantes para partículas (PFF), orientações de colocação e retirada em situações de exposição ao Sars-CoV-2 e requisitos mínimos para um programa de proteção respiratória.

 

www.segurancaocupacionales.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close