NOTÍCIAS CORPORATIVASPAT

Vida de caminhoneiro: como amenizar a saudade durante o trabalho

A profissão tem vários desafios, inclusive a segurança, mas é a saudade o que pesa mais.

Eles rodam em média 9.500 km por mês e passam 11,5 horas por dia ao volante de veículos que pesam em torno de 25 toneladas, levando mercadorias pelo Brasil afora. No descanso, pagar por um banho frio de exatos cinco minutos e preparar a única refeição decente do dia na cozinha do caminhão já é costume. Quando as dores no corpo começam a incomodar, o tão esperado repouso na boleia é precário. A vida de caminhoneiro é mesmo para os fortes.

Os números citados são da Pesquisa CNT – Perfil dos Caminhoneiros 2019 e contam ainda que, nessa vida de caminhoneiro, a maioria desses profissionais tem que ficar pelas estradas durante 16 a 20 dias e não costuma tirar férias. Tudo para conseguir uma renda líquida em torno de R$ 4,6 mil e garantir o sustento de dois ou três dependentes, em média.

Com todos esses perrengues somados às más condições das estradas, às dificuldades com a segurança e aos preços dos combustíveis, que muitas vezes engolem o frete, o que incomoda mesmo esses profissionais, segundo eles, é a saudade da família.

Programar-se para o aniversário de 18 anos do filho e, na última hora, ver todo o plano ir pelo ralo por causa de um carregamento que atrasou é triste, mas não é novidade na vida de caminhoneiro.

Ainda bem que hoje em dia quase todos fazem uso da internet, principalmente pelo celular, onde buscam o contato com a família e informações importantes para agilizar o trabalho. A falta que faz acompanhar o crescimento dos filhos, fazer as refeições juntos, comemorar as festas de fim de ano pesa demais na vida de caminhoneiro.

Como amenizar essa saudade?

Aprender a lidar com a saudade deve fazer parte da vida de caminhoneiro, já que não há escapatória, e o ideal é buscar saídas para administrar melhor a questão. Sendo assim, aí vão algumas sugestões:

Planejamento

Na vida de caminhoneiro quase sempre tem excesso de trabalho, mas o planejamento é o segredo para evitar a sobrecarga. O caminho é colocar os momentos em família como prioridade e equilibrar a demanda de trabalho com o tempo necessário em casa. Isso pode significar um frete a menos de vez em quando, mas vale calcular se é possível segurar as pontas para aproveitar alguns dias perto da família.

Organização do Trabalho

Organizar os fretes de ida e volta ajuda a evitar dias ociosos fora de casa aguardando um carregamento que compense a viagem de volta. Esse pode ser um caminho para tirar melhor proveito da vida de caminhoneiro. Outra estratégia é alternar viagens longas com viagens curtas em vez de emendar destinos que exigem muitos dias fora de casa. Na mesma pegada, é possível planejar férias para aproveitar bem os dias livres junto com a família.

Os usos da Tecnologia

A evolução da tecnologia e o acesso aos celulares facilitaram o contato com a família, minimizando o vazio da saudade. O WhatsApp é o aplicativo popular ideal para enviar mensagens ao “povo lá de casa”, fazer ligações gratuitas e chamadas de vídeo a qualquer momento.

Um aplicativo para busca de fretes, como o da plataforma FreteBras, por exemplo, que conecta motoristas autônomos e transportadoras, também pode facilitar a vida de caminhoneiro, ajudando-o a encontrar trabalho, rapidamente e com segurança, entre as empresas cadastradas e verificadas, onde quer que esteja, principalmente o frete de retorno, um dos principais fatores que acabam dificultando a volta para casa. Basta se cadastrar e baixar o app gratuitamente para receber publicações de fretes das mais de 10 mil empresas assinantes da plataforma.

Companhia da Família

Sempre que possível e a segurança permitir, contar com a companhia da família nas viagens é uma das melhores soluções para a saudade. Compartilhar com eles os pontos positivos da profissão, como conhecer lugares e pessoas, principalmente em período de férias escolares, é uma opção a ser considerada. A rotina cansativa das estradas pode ser amenizada quando todos estão juntos, renovando o espírito de aventura que habita a vida de caminhoneiro!

Na verdade, lidar com a saudade de casa é necessário, embora essa não seja uma tarefa das mais fáceis. Alguns caminhos mostram que é possível tentar equilibrar melhor as coisas para transformar os percalços da vida de caminhoneiro em carga menos pesada. Mas cada um é que sabe onde o sapato aperta. O importante é manter a mente aberta às possibilidades para melhorar a convivência com a família e as condições da profissão.

Website: http://www.fretebras.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique Também

Close
Close