Leis e NormasPAT

Planejamento de Aposentadoria para Professora

O Planejamento de Aposentadoria para Professora é essencial para quem deseja ter segurança financeira e qualidade de vida na aposentadoria! Hoje, posso afirmar que aquelas pessoas que se aposentam sem planejar correm sério risco de perder dinheiro, e eu vou mostrar o porquê!

Professor, tenho certeza que você orienta os seus alunos a planejarem o futuro, correto? Você ensina que é preciso se esforçar na escola, para colher os frutos mais tarde. Fala também que é importante pensar na profissão que eles vão seguir. Afinal, deixar tudo para a última hora não dá certo.

É o que acontece com aquele aluno que não presta atenção nas aulas, não estuda o ano todo e quer alcançar a média dois dias antes da prova final. Pois bem, certamente o desempenho dele será inferior ao desempenho dos demais estudantes, que pensaram, se planejaram e desenvolveram um método de estudo correto?

Assim acontece com a sua aposentadoria. Quando você se aposenta sem planejar, deixando tudo para a última hora, o risco de você receber um benefício inferior ao que tem direito é grande. Agora, quando você se planeja você tem a certeza de que está fazendo escolha pela melhor aposentadoria. Por isso é imprescindível que a professora faça o planejamento de aposentadoria!

O que você vai ver nesse post!

  • Por que a professora deve planejar a sua aposentadoria?
  • Como funciona o planejamento de aposentadoria para professor?
  • Conheça a história de uma professora que perderia mais de R$1000 em seu benefício por não planejar a aposentadoria!

Deixa eu aproveitar para te contar que o nosso atendimento é feito de forma digital. Assim você pode planejar a aposentadoria com total segurança! Clique aqui e descubra como funciona!

Por que a professora deve planejar a sua aposentadoria?

Antes da Reforma da Previdência o planejamento de aposentadoria para o professora era importante. No entanto, após a Reforma, o planejamento se tornou indispensável. Isso acontece porque abriu-se um leque muito grande de opções de aposentadoria. Assim, uma escolha errada pode significar uma grande perda no seu benefício.

Por exemplo, professores que  atingiram os requisitos necessários para aposentadoria antes da Reforma se aposentam pelo direito adquirido. Geralmente esse é o melhor caminho. No entanto, em alguns casos, optar por uma das tantas regras de transição vai garantir um benefício melhor.

Mas para ter essa certeza é preciso fazer uma série de cálculos para descobrir o melhor caminho. Assim, deixar a aposentadoria para última hora pode ser um erro irreparável.

Saiba mais: Planejamento de aposentadoria – online

É o mesmo que ir fazer o vestibular e ‘pegar nos livros’ apenas uma semana antes da prova. Agora quem faz o ‘dever de casa’ e se planeja tem inúmeras vantagens.

  • Saber o valor do benefício de aposentadoria
  • Descobrir a idade exata que vai se aposentar
  • Ter acesso a todas as possibilidades de aposentadoria

Dessa forma, você pode planejar o seu futuro com clareza. Tendo segurança financeira para aproveitar ao máximo a sua aposentadoria. Pois, terá a certeza deque recebeu o melhor benefício possível!

Na sua vida certamente você planejou ser professor. Planejou a faculdade que iria entrar. Planejou também a escola que iria dar aula. Você ainda planeja aulas todos os dias.

Você sabe melhor do que ninguém que as coisas mais simples e principalmente àquelas mais importantes precisam de planejamento. Agora, porque fazer diferente com a sua aposentadoria. Afinal, o seu benefício será a sua principal fonte de renda pelo resto da sua vida. E merece o máximo de cuidado, não é?

Ao deixar tudo para última hora você ‘joga fora’ a oportunidade de ter o melhor benefício de aposentadoria, isso porque planejar leva tempo, como vou explicar agora!

Leia também: Planejamento previdenciário – sua aposentadoria sem perigo!

Como funciona o Planejamento de Aposentadoria para professor?

Quando você solicita o planejamento de aposentadoria da professora inicia uma verdadeira jornada no escritório para que você conquiste o melhor benefício. É preciso muito estudo, pesquisa e uma série de cálculos até descobrir o caminho mais vantajoso para você!

Histórico profissional!

O primeiro passo é conversar com você para conhecer o seu histórico profissional completo. Nós vamos listar todos os locais que você já trabalhou na vida. Independente do período e remuneração.

Vamos averiguar se alguns desses trabalhos conta como tempo especial. Anotar o valor que você recebia em cada atividade. Dessa forma, vamos montar o seu histórico profissional completo!

Veja o infográfico e saiba mais sobre tempo especial!

planejamento de aposentadoria online

Infográfico produzido pelo Blog Arraes & Centeno

Provas

O próximo passo é ir atrás das provas, porque tudo que listamos precisa ser comprovado. Alguns trabalhos são mais simples, pois contam na sua Carteira de Trabalho. Já outros precisam de documentação específica, por isso, se você não tiver esses documentos nós vamos atrás para você.

A gente liga para o seu local de trabalho e busca a documentação necessária para comprovar a sua atividade. Quando o tempo é especial precisa de provas específicas. Caso você não tenha, nós vamos atrás disso tudo para você!

Comparar o histórico profissional e as provas!

Após essa etapa a gente vai descobrir o seu tempo de trabalho que pode ser comprovado. Já que só é aceito para a sua aposentadoria o que podemos provar.

Nessa etapa comparamos cada trabalho que você fez com as provas que temos e descobrimos o que será válido para a aposentadoria!

Depois, vem a parte mais difícil – ver qual aposentadoria se encaixa no seu caso!

Com o seu histórico profissional comprovado em mãos é hora de escolher a modalidade de aposentadoria ideal para você! Para termos certeza não tem jeito é preciso ‘por a mão na massa’ e calcular!

A gente calcula cada uma das suas possibilidades de aposentadoria. Verificamos em qual regra de transição você se encaixa. Vimos se você tem direito adquirido, ou seja, atingiu os requisitos para se aposentar antes da Reforma. Contudo, se você for professora concursada, a gente ainda vê se é benéfico averbar o tempo de trabalho que você atuou fora do serviço público.

Com a Reforma da Previdência as possibilidades são gigantescas e qualquer erro nesse momento pode significar uma drástica redução no seu valor de aposentadoria.

Por isso eu digo, se você deixar para a última hora a possibilidade de erro na hora de entrar com o seu pedido de aposentadoria é grande.

Mas, seguindo com o seu planejamento a próxima etapa é entregar tudo para você!

Enfim você descobre qual a melhor possibilidade de aposentadoria!

Depois que realizamos todos os cálculos você recebe um documento com todas as suas possibilidades de aposentadoria em detalhes. O valor em cada uma das opções de aposentadoria que escolher e ainda a idade que pode se aposentar.

Claro, a gente como especialista vai dar a sugestão do que é mais vantajoso para você. Porém, no final a decisão é sua. Ás vezes trabalhar alguns meses ou um ano a mais, pode deixar o seu benefício de aposentadoria maior, por exemplo. A escolha final será sua.

Nós ainda temos outra modalidade de planejamento que é o Planejamento de Aposentadoria Indispensável. Nele, você vai receber em mãos somente a melhor opção de aposentadoria para você e a idade mais vantajosa para se aposentar. Ele é válido também, pois dispõem de um investimento menor e garante que você não perca dinheiro ao fazer uma aposentadoria errada. Clique aqui e saiba tudo sobre o planejamento de aposentadoria indispensável!

Agora, para provar o ‘perigo’ que você corre ao se aposentar sem planejar, eu vou mostrar um exemplo prático do poder do planejamento!

Leia também: Planejamento de aposentadoria – passo a passo 

Assista ao vídeo e entenda melhor o seu planejamento de aposentadoria!

Conheça a história de uma professora que perderia mais de R$1000 em seu benefício por não planejar a aposentadoria!

Aconteceu o seguinte, em julho desse ano, uma professora procurou o nosso escritório, pois gostaria de saber com qual idade poderia se aposentar para ter um bom benefício de aposentadoria.

Ela já tinha atingido os requisitos antes da Reforma da Previdência, mas caso se aposentasse naquele momento o valor da sua aposentadoria seria R$ 3,495, 18. Porém havia o fator previdenciário de 0,64 que faria o valor da aposentadoria baixar para R$ 3.309,00.

No entanto, nós fomos além. Fizemos o planejamento de aposentadoria para professora. E ela teve uma surpresa incrível!

Nós colocamos a mão na massa. E realizamos o histórico profissional. Fomos atrás das provas. E finalmente chegamos aos cálculos!

Primeiro descobrimos que se a professora se aposentasse pela regra de transição que garante Idade Mínima Progressiva para professor e esperasse mais 3 meses, ela poderia se aposentar com o benefício de R$ 4325,81. Essa é uma diferença de quase R$1000,00!

Não ficamos satisfeitas. Seguimos calculando e descobrimos que se a mesma professora se aposentasse pela regra Pedágio 100% em abril de 2021, o benefício de aposentadoria subiria para R$ 4.915,69! A diferença é de mais de 1600!

Dessa forma a professora pode escolher de forma consciente o melhor momento para a aposentadoria!

Entendeu o risco que você corre ao deixar tudo para a última hora, são inúmeros os percalços que podem acontecer no caminho. Vou aproveitar para te falar dos erros mais comuns cometidos na hora da aposentadoria do professor que pode baixar o seu benefício!

Leia também: Planejamento de aposentadoria – caso concreto!

Erros mais comuns da professora que não planeja a aposentadoria!

Quando a gente não se planeja os erros são quase inevitáveis. Por isso planejar a aposentadoria da professora é tão importante. Pois existe uma infinidade que equívocos que podem acontecer no caminho. Mas agora vou listar para você os mais comuns, que realmente tem o poder de fazer você ganhar menos!

  1. Pedir a primeira aposentadoria possível – quando você pede aposentadoria assim que atinge os requisitos para se aposentar a chance de você ‘perder dinheiro’ é grande. Cuidado com isso!
  2. Não preparar a documentação com antecedência – caso você deixe tudo para a última hora o risco de esquecer um documento importante aumenta. Outra possibilidade é você demorar para conseguir esses documentos. Não esqueça o processo é burocrático. E pode adiar o sonho da sua aposentadoria.
  3. Esquecer de contabilizar o tempo como professor – o tempo que atuou como professor é chamado de ‘tempo especial’. Assim ele é muito valioso. E tende a deixar o seu benefício mais vantajoso.
  4. Não fazer o cálculos das atividades concomitantes – Caso você tenha atuado como professor e também tenha outra profissão, ambos os tempos contam e podem fazer a diferença na sua aposentadoria.
  5. Professor servidor não pedir abono de permanência – esse é um direito seu e vai te ajudar a ter um benefício melhor.
  6. Esquecer de levar em consideração as doenças ocupacionais – caso você tenha adquirido uma doença ocupacional isso também conta na sua aposentadoria e precisa ser considerado na hora do cálculo.
  7. Não verificar regras de transição mais benéficas – No exemplo da professora que citamos aqui nesse post, a diferença no valor do benefício em função da regra de transição escolhida foi ‘gritante’. Por isso, esse cuidado é tão importante!

Saiba mais: Erros mais comuns e quem não faz o planejamento de aposentadoria!

Lembre- se a sua aposentadoria é valiosa! E, portanto, merece receber o melhor cuidado possível!

Espero que esse conteúdo ajude você a conquistar a melhor aposentadoria! Fico feliz por você estar interessado em seus direitos! Para saber ainda mais continue acompanhando nossas postagens aqui no blog e também nas redes sociais! Não esqueça de deixar a sua dúvida nos comentários!

Agora se você, professora, quiser conversar sobre o seu planejamento de aposentadoria, é só clicar no botão abaixo! Estou ansiosa para conhecer a sua história! 

consulta ao dentista

Advogada Previdenciária e Trabalhista. Formada em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Inscrita na OAB/MS sob o nº17.183. Especialista em Direito Previdenciário e Direito Sindical. Coordenadora Adjunta do Estado de Minas Gerais do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP). Palestrante. Contato: atendimento@arraesadvogados.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close